A profissão que não para de evoluir.

27/03/2017

Derrubar barreiras é uma constante do profissional de Secretariado Executivo. Todos os dias, enfrentamos desafios que nos permitem o amadurecimento profissional. Seja nos tornando mais capacitados conforme as exigências do mercado ou nos tornando mais fortes ao defender nossa profissão. Nossa tarefa não é fácil, é desafiadora. Exercemos o papel de cogestores, somos facilitadores de processos, exercemos múltiplas funções ao mesmo tempo.

Nossa profissão evoluiu de forma tão rápida no mercado de trabalho que a sociedade ainda não conseguiu acompanhar a importância e por muitas vezes temos que enfrentar comentários descabidos, desagradáveis e deselegantes.

Nossa função é facilitar a vida dos gestores e viabilizar o funcionamento da empresa, pois temos essa capacidade de antever as necessidades, gerir as informações, otimizar o tempo, organizar o cotidiano, conectar pessoas.

Não somos mais o profissional da década de 70 quando éramos passivos, dependentes e não atuantes. Somos facilitadores, empreendedores, cogestores.

Temos que demonstrar orgulho pela nossa profissão. Devemos falar mais sobre as atividades desenvolvidas no nosso dia-a-dia, como Secretário Executivo, para os nossos familiares, amigos e até mesmo para os nossos colegas de trabalhos. Vamos aproveitar as mídias sociais e divulgar a nossa profissão, mostrar que o estereótipo da secretária que apenas atende ao telefone e pede café para o chefe não existe mais.

Vale à pena reforçar que para sermos Secretários Executivos concluímos um curso de nível superior, onde estudamos línguas estrangeiras (normalmente Inglês e Espanhol), Direito, Contabilidade, Matemática Financeira, Planejamento Estratégico, Relações Internacionais entre outras disciplinas que nos possibilitam ter um amplo conhecimento de diversos assuntos.

Além de sermos bacharéis em Secretariado Executivo, é necessário solicitar o registro profissional na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego - SRTE/MTEpara exercer a profissão de secretariado que é regulamentada pelas leis 7.377 de 30/09/85 e 9.261 de 11/01/96.

Por acreditar que a nossa profissão é extremamente relevante, desejo que em 2017 possamos continuar superando obstáculos e nos unir para mostrar a sociedade que sempre podemos mais!